Dólar opera em queda após forte alta na véspera


Na segunda-feira, moeda norte-americana registrou avanço de 1,16% e foi cotada a R$ 5,24. Nota de US$ 5 dólares
REUTERS/Thomas White
eO
O dólar opera em queda nesta terça-feira (29), em pregão que pode contar com volatilidade em meio à baixa liquidez de fim de ano e possível pressão compradora diante de reajustes de posições previstos para os últimos dias de 2020. na direção contrária à da forte alta da véspera.
Às 9h50, a moeda era vendida a R$ 5,2296, em queda de 0,20%. Veja mais cotações.
Na segunda-feira, o dólar fechou em alta de 1,29%, a R$ 5,24. Na parcial de dezembro, o dólar acumulou queda de 1,99%. No ano, no entanto, ainda tem alta de 30,68%.
Bovespa tem maior pontuação desde janeiro com cenário externo positivo
O Banco Central anunciou para este pregão leilão de swap tradicional de até 16 mil contratos com vencimento em maio e setembro de 2021.
Cenário externo e local
No exterior, os mercados têm um dia de otimismo, ligado ao acordo comercial sobre o Brexit, à esperança de um pacote de estímulo expandido dos EUA e à maratona da campanha de vacinação Covid-19 da zona do euro, que aumentam as perspectivas de crescimento global em 2021.
Por aqui, os mercados avaliam os dados da confiança do setor de serviços de dezembro, divulgados mais cedo pela Fundação Getulio Vargas (FGV) – que mostraram leve alta em dezembro – e os números do desemprego de outubro: a taxa ficou em 14,3% no trimestre até outubro, abaixo dos 14,6% até setembro, na primeira queda do ano.
Também por aqui, a FGV informou mais cedo que o IGP-M, conhecido como inflação do aluguel, fechou 2020 em 23,14%, a maior taxa desde 2002.
Variação do dólar em 2020
G1
VÍDEOS: Últimas notícias de Economia
Também o
Fonte: ECONOMIA

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.