Secretaria Municipal de Saúde diz que Uberlândia tem oito casos suspeitos de coronavírus em investigação


Três pacientes estão hospitalizados, quatro membros de uma mesma família e mais uma pessoa estão em casa. Segundo protocolo, estes casos só serão oficialmente reconhecidos após confirmação do Ministério da Saúde, o que ainda não ocorreu. Oito casos suspeitos de coronavírus são investigados em Uberlândia. São pessoas com idades entre 27 e 58 anos que estiveram na Itália nas últimas duas semanas. Os dados foram informados pela Secretaria Municipal de Saúde, durante coletiva, na tarde desta quinta-feira (27). Ainda conforme a pasta, a Vigilância Epidemiológica do Município já colheu secreções de todos com os sintomas da doença para análise, que é realizada em Belo Horizonte.
Casos só são oficialmente reconhecidos como suspeitos após confirmação do Ministério da Saúde, o que ainda não ocorreu.
Dos casos registrados pelo Município, uma jovem de 28 anos está internada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), uma jovem de 27 anos está em uma unidade particular da cidade e um homem de 31 anos está internado em outro hospital da rede privada. A pasta não revelou em quais unidades particulares esses dois pacientes estão.
Já quatro membros da mesma família e uma quinta pessoa com suspeita da doença estão em casa, segundo a Secretaria de Saúde.
Conforme o assessor técnico da Secretaria Municipal de Saúde, Clauber Lourenço, todos os pacientes hospitalizados estão isolados e os que estão em casa foram orientados a permanecerem na residência e tomar os devidos cuidados.
O G1 noticiou, nesta quinta-feira (27), que dois pacientes estão internados no Hospital Santa Clara com sintomas compatíveis com o coronavírus. A reportagem questionou a Secretaria Municipal de Saúde sobre a informação. A pasta se limitou a informar que todos os casos suspeitos na cidade foram notificados ao Município. O G1 entrou em contato novamente com a assessoria da unidade de saúde e, até a publicação desta matéria, não obteve retorno.
Os casos de notificados pela Secretaria Municipal de Saúde não constam nos últimos boletins divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde e pelo Ministério da Saúde.
Dois pacientes com suspeita de coronavírus são internados em Uberaba
Ministério atualiza situação do coronavírus no Brasil
Entenda
Novos casos de suspeita de coronavírus foram divulgados em Uberlândia. Segundo informou nesta quinta-feira (27) a assessoria de comunicação do Hospital Santa Clara, dois pacientes estão internados na unidade com sintomas compatíveis. Exames são realizados.
Ainda conforme o Hospital Santa Clara, os pacientes são uma pessoa do sexo masculino e uma do sexo feminino. As idades e características das duas pessoas não foram repassadas pela unidade médica para resguardar os pacientes, segundo informou a assessoria de imprensa.
Eles passaram por exames e são acompanhados juntamente com a Vigilância Epidemiológica e o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS).
Na cidade, a Secretaria Municipal de Saúde já havia confirmado um caso em análise, de uma jovem de 28 anos que está internada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). Ela esteve na Itália entre os dias 13 e 21 de fevereiro e foi internada ao apresentar sintomas compatíveis como febre, tosse seca, dor de garganta e falta de ar leve. Segundo informou o Hospital de Clínicas da UFU, o estado de saúde é estável.
Coronavírus no Brasil
O Ministério da Saúde afirmou nesta quarta-feira (26), que foi comprovado o primeiro caso positivo de coronavírus no Brasil. Trata-se de um homem que mora em São Paulo, tem 61 anos, e veio da Itália. Esse é o primeiro caso da doença no país e em toda a América Latina.
Além dele, até o fim da manhã de quarta, o governo havia divulgado que existiam outros 20 casos em investigação e 59 suspeitas que já foram descartadas.
O Brasil tem 132 casos suspeitos de coronavírus; confirmação depende de exames.
Segundo o Ministério da Saúde, pelo país, os casos suspeitos estão distribuídos da seguinte forma: São Paulo (55), Rio de Janeiro (9), Minas Gerais (5), Santa Catarina (8), Rio Grande do Sul (24), Paraná (5), Distrito Federal (5), Goiás (3), Matro Grosso do Sul (2), Alagoas (1), Bahia (1), Ceará (5), Paraíba (1), Pernambuco (3) e Rio Grande do Norte (4).
Como é feito o tratamento do coronavírus?
Ciclo do novo coronavírus
Arte/G1
Recomendações
Os especialistas recomendam a “etiqueta respiratória” para evitar a transmissão: cobrir a boca com a manga da roupa ou braço em caso de tosses e espirros e sempre lavar as mãos.
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda que os serviços de saúde adotem protocolos de prevenção antes, durante e depois da chegada do paciente, com desinfecção e ventilação de ambientes.
Para quem trabalha em pontos de entrada no país, como aeroportos e fronteiras, é recomendado o uso de máscaras cirúrgicas.
Caso haja algum caso suspeito em aviões, navios e outros meios de transporte, é recomendado usar máscara cirúrgica, avental, óculos de proteção e luvas. A inspeção de bagagens deve ser feita com máscara cirúrgica e luvas.
Initial plugin text
Fonte: SAUDE

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.