Arábia Saudita suspende peregrinação a Meca por temor do novo coronavírus


País também resolveu suspender entrada de viajantes de países em que há risco de disseminação da doença. Peregrinos muçulmanos perto da grande mesquita de Meca
Zohra Bensemra/Reuters
A Arábia Saudita anunciou nesta quarta-feira (26) que suspendeu temporariamente a entrada de muçulmanos estrangeiros que querem fazer o Umra, peregrinação religiosa ao santuário islâmico de Meca, devido ao surto de coronavírus que tem se espalhado pelo Oriente Médio e outras regiões do mundo.
O Haj é a principal peregrinação anual muçulmana a Meca, na Arábia Saudita, que este ano começa no fim de julho. O termo Umra se refere a outras peregrinações a Meca, que podem ocorrer em qualquer época do ano.
Além de proibir a entrada de peregrinos, o reino saudita ainda decidiu suspender a chegada de turistas que venham de países com risco de disseminação do novo coronavírus.
O governo saudita afirmou que a medida é temporária.
Casos de coronavírus pelo mundo. Brasil entra para a lista.
Arte/G1
Ciclo do novo coronavírus
Arte/G1
Initial plugin text
Fonte: SAUDE

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.