Al-Qaeda confirma morte do chefe da organização no Iêmen

Qassim al-Raymi liderava a AQAP, considerado o braço mais perigoso do grupo fundado por Osama bin Laden. A Al-Qaeda confirmou a morte de Qassim al-Raymi, líder do grupo islâmico Al-Qaeda na Península Arábica (AQAP), informou o site Intelligence Group neste domingo (23).
O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou no início deste mês que os Estados Unidos haviam matado al-Raymi em uma operação de contraterrorismo no Iêmen.
Casa Branca afirma que ataque americano matou chefe do grupo terrorista Al-Qaeda no Iêmen
A AQPA nasceu da fusão dos grupos Al-Qaeda do Iêmen e da Arábia Saudita. O governo dos Estados Unidos a considera o braço mais perigoso da Al-Qaeda, fundada por Osama bin Laden.
Al-Raymi substituiu no comando da AQPA Naser al-Wahishi, morto em 2015.
Fonte: MUNDO

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.