Alemanha investiga massacre que deixou 9 mortos como ataque terrorista


Em Hanau, um homem matou 8 pessoas em dois bares onde frequentadores se reúnem para fumar narguilé; o corpo do suspeito, um alemão de 43 anos, foi encontrado em sua casa junto ao de sua mãe, de 72 –ambos com ferimentos causados por armas de fogo. Policiais isolam local em Hanau, na Alemanha, onde houve ataque com tiros em bares
Kai Pfaffenbach/Reuters
A Promotoria antiterrorista da Alemanha anunciou nesta quinta-feira (20) que assumiu a investigação dos dois ataques que deixaram pelo menos nove mortos na quarta-feira (19) na cidade de Hanau, perto de Frankfurt, suspeitos de terem motivação xenófoba, anunciou um porta-voz à AFP.
Os ataques ocorreram em dois bares de shisha – estabelecimento onde frequentadores se reúnem para fumar narguilé. Os assassinos fugiram em um carro preto. Segundo a imprensa local, houve um primeiro tiroteio em um bar no centro e, logo depois disso, em um segundo.
Alemanha confirma que um dos suspeitos de matar nove pessoas em Hanau é encontrado morto
De acordo com fontes próximas à investigação, uma carta de confissão e um vídeo foram encontrados. Durante a madrugada, a polícia anunciou que encontrou morto o “provável autor” do crime, ao lado de outra pessoa falecida.
O suspeito de ser o atirador era um alemão de 43 anos, segundo Peter Beuth, o ministro de Interior do estado de Hesse, onde fica Hanau.
Após os ataques, ele teria voltado para casa e se matado. Ele foi encontrado morto em seu apartamento nesta quinta-feira (20) pela manhã com o corpo de sua mãe de 72 anos. Os dois tinham ferimentos a bala, segundo Beuth.
Segundo a revista alemã Focus, entre as oito vítimas que foram assassinadas nos bares, havia imigrantes ou filhos de imigrantes.
Hanau, Alemanha
G1
Fonte: MUNDO

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.