Pai agradece em carta acolhida em Anápolis de filho que está voltando da China: 'Débito eterno'


Grupo saiu na sexta-feira de Wuhan – epicentro do surto de contaminação pelo coronavírus. Eles serão recebidos na Base Aérea da cidade com videogames e internet. Pai de brasileiro que está voltando da China envia carta agradecendo acolhida que filho receberá
Prefeitura de Anápolis/Divulgação
O pai de um dos brasileiros que estão sendo repatriados da China devido ao risco do coronavírus escreveu uma carta em agradecimento pelo acolhimento. Morador de Belo Horizonte, José Neves de Siqueira Júnior endereçou o bilhete ao prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), onde está situada a base aérea em que grupo ficará em quarentena por 18 dias.
José é pai de Vitor Campos Neves Siqueira, um dos brasileiros que está sendo repatriado. Na carta, ele diz que todos os parentes estarão em “débito eterno” por conta do processo de resgate.
“A compaixão demonstrada, não só com os estudantes, mas também com os familiares, nunca poderá ser paga. É um débito eterno”, disse José Neves de Siqueira Júnior.
José diz, na carta, que escreve em nome das famílias dos acadêmicos brasileiros que estavam na China, “e agora são tão bem recebidos em Anápolis”. Ele também menciona um versículo bíblico e classifica a atitude de receber o grupo no município é um “conduta exemplar”.
Vitor Campos Neves Siqueira é um dos brasileiros que está voltando da China
Reprodução/Facebook
Viagem
Os aviões decolaram de Wuhan por volta de 17h de sexta-feira (7). São 40 passageiros, oito tripulantes, dois jornalistas e 14 médicos.
Segundo o Ministério da Defesa, a previsão de voo é de 26 horas, descontadas as escalas. Com isso, as aeronaves devem aterrissar em Anápolis (GO) na madrugada de sábado (8) para domingo (9).
Os passageiros vão ficar em quarentena por 18 dias. O Ministério da Saúde ainda vai avaliar se há necessidade de quarentena para a tripulação e equipe de apoio.
Brasileiros que estavam em Whuan, na China, já estão voltando ao Brasil
Rotina na quarentena
A Força Aérea Brasileira (FAB) deu detalhes sobre as adaptações que estão sendo feitas na Base Aérea de Anápolis para receber o grupo. Foram adquiridos itens novos como roupas de cama, berços, fraldas e até cortinas com material anti-alergênico.
Veja o que será oferecido aos repatriados na quarentena:
Seis refeições diárias: café, colação, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia (acompanhados por nutricionistas);
Videogame, brinquedoteca, jogos, biblioteca, apresentação de bandas militares;
Internet, TV a cabo, frigobar e geladeira sem itens alcoólicos;
Serviço religioso;
Emergência odontológica;
Apoio psicológico e pedagógico
Imagens de brasileiros que saíram de Wuhan, na China, para Anápolis Goiás Brasil
Reprdução/Instagram
Saída de Wuhan
Os brasileiros que embarcaram na China a caminho de Anápolis compartilharam fotos da viagem de volta ao Brasil nesta sexta-feira. Nas imagens, eles relatam que passaram por um check-up antes de embarcar e falam da ansiedade de voltar para casa.
Todos aparecem usando máscaras cirúrgicas e, dentro do voo, há pessoas com roupas de proteção para o corpo todo.
Entre os brasileiros que estão voltando de Wuhan estão a pequena Isabela Lassalle Zhang e a mãe dela, Hui Zhang, de 33 anos. Elas estavam há três meses na China. Foram para que os familiares conhecessem a nova bebê da família e não puderam voltar.
A pequena Isabela Lassalle Zhang no avião a caminho de Anápolis
Reprodução/Arquivo pessoal/Hui Zhang
Cuidados
Durante o tempo que ficarem na Base Aérea, só poderão sair dos quartos usando máscaras cirúrgicas. Eles devem ter seus sinais vitais monitorados três vezes ao dia. Diante de qualquer alteração mais grave no quadro clínico, a pessoa envolvida será transportada, caso necessário, para o Hospital de Base, em Brasília.
Após o período de quarentena, os brasileiros podem ir para suas respectivas cidades. Depois, caso queiram voltar para a China, as despesas são por conta própria.
Repatriação de brasileiros que estão na China
Aparecido Gonçalves e Juliane Monteiro/G1
Initial plugin text
Fonte: SAUDE

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.