Faturamento da indústria cai 0,8% em 2019, informa CNI

Massa salarial, rendimento médio, horas trabalhadas e emprego na indústria também apresentaram queda. Utilização da capacidade instalada cresceu. O faturamento real da indústria caiu 0,8% em 2019, na comparação com 2018, informou nesta segunda-feira (3) a Confederação Nacional da Indústria (CNI).
Após 3 altas seguidas, produção industrial cai 1,2% em novembro
Produção da indústria brasileira recua em dezembro, diz CNI
Segundo a CNI, também houve queda nas horas trabalhadas, no emprego, na massa salarial real e no rendimento médio na indústria.
Na comparação com 2018:
a massa real de salários caiu 1,9%;
o rendimento médio real do trabalhador recuou 1,5%;
as horas trabalhadas na produção caíram 0,5%;
o emprego apresentou queda de 0,3%.
“Assim, o ano de 2019 se encerrou com queda em cinco das seis variáveis levantadas pelo Indicadores Industriais na comparação com 2018. Apenas a utilização da capacidade instalada registra alta na comparação com 2018”, informou a entidade em nota.
A chamada “utilização da capacidade instalada” (nível de uso do parque fabril) ficou em 77,7% em dezembro, após o ajuste sazonal, com alta de 0,4 ponto percentual frente a dezembro de 2018.
Apesar dos resultados ruins, a entidade acredita em uma tendência de recuperação para 2020.
“Apesar do resultado de dezembro, a expectativa para 2020 é que a indústria mantenha a tendência mais clara de recuperação, o que conduzirá à reação do mercado de trabalho”, afirmou o economista da CNI Marcelo Azevedo.
Indústria tem queda de 1,2% em novembro, diz IBGE
Fonte: ECONOMIA

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.