Conheça as inovações que vão dar o ritmo da próxima década

Na próxima década, o destaque vai ser a maturidade tecnológica, ou seja, usar com maior qualidade toda a tecnologia que foi conquistada até agora. Conheça as inovações que vão dar o ritmo da próxima década
Na última década, o mundo viveu uma revolução digital. Agora, o Pequenas Empresas & Grandes Negócios mostra as inovações mais importantes para os próximos dez anos.
Segundo o diretor da Faculdade de Informática e Administração Paulista (Fiap), Leandro Rubim, o grande marco da última década foi a disseminação da internet e também a potencialização das smart techs.
Nos últimos dez anos, a banda larga tornou a internet mais acessível e as tecnologias inteligentes aumentaram nosso poder de conexão. Com o 3G e depois o 4G, os smartphones se popularizaram e também as redes sociais e os aplicativos de mensagens. “Com internet, com as redes sociais, com a grande quantidade de dados que são colocados diariamente, passou a se organizar essas informações, o que a gente chama de Big Data”, explica Leandro.
Foi a época em que as startups chegaram ao Brasil. “As empresas passaram arriscar mais e a entender que a área de tecnologia dentro das empresas é o coração e não o custo. Houve toda uma concorrência aí também para a criação das startups, empresas que surgem com base tecnológica com dois, três funcionários, capazes de quebrar grandes corporações”, conta o diretor da Fiap.
Mas e o futuro? “Na próxima década, o grande boom vai ser a maturidade tecnológica, ou seja, usar com maior qualidade toda a tecnologia que foi conquistada”, prevê Leandro.
Computação em nuvem, inteligência artificial, big data, internet das coisas serão aperfeiçoadas. E a computação quântica vai virar realidade. Mas a grande estrela dessa evolução será o 5G, a internet ultraveloz. “O 5G vai transformar demais e vai possibilitar cada vez mais negócios, porque vai ser possível, estando em qualquer lugar, lugares mais isolados, ter acesso a internet e internet de alta velocidade. Então, imagina a quantidade de negócios que podem aparecer”, diz Leandro.
As telas não serão mais comandadas pelo toque, entraremos na era do comando por voz e por gestos. E o smartphone pode estar com os dias contatos. “É uma tendência de o smatphone não ser mais um centralizador e virar simplesmente um roteador de internet”, completa.
FACULDADE DE TECNOLOGIA FIAP
E-mail: helpcenter@fiap.com.br
www.fiap.com.br
Fonte: ECONOMIA

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.