Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus


Mensagens têm ganhado força nas redes sociais. Há vídeos, áudios e posts viralizando com conteúdo falso. Mas também há informação verdadeira. Os casos do novo coronavírus, conhecido entre especialistas como 2019-nCov, têm causado apreensão mundial. Após mais de 100 mortes na China e alertas em outros países, onde há pacientes sob investigação, várias mensagens começaram a ser disseminadas na web.
A equipe do Fato ou Fake verificou o que é verdade e o que é boato em postagens que têm rolado sobre o assunto.
É #FAKE que vídeo que mostra cobras, ratos e cães prontos para consumo humano foi gravado na China
Circula pelas redes sociais um vídeo que mostra um mercado a céu aberto onde ocorre a venda para consumo humano de diversos tipos de animais, entre eles, ratos, cachorros e cobras. Uma legenda diz: “Olha da onde vem o coronavirus! Esses chineses comem toda porcaria, cachorro, rato, morcego, cobra, insetos!!!👆🏼👆🏼👆🏼 Engraçado que parece que o resto do mundo não se comove com essa maldade… matar cachorro, gatos, etc… absurdo”. É #FAKE.

G1
O vídeo mostra, na verdade, o mercado de Langowan, na Indonésia, e está publicado no Youtube pelo menos desde 19 de julho de 2019.
Um dos trechos do vídeo mostra uma placa com a expressão “kantor pasar langowan”, que significa escritório do mercado Langowan. Ao digitar “Pasar Langowan” no Google Maps, é possível descobrir a localização da feira, na Indonésia. O local fica a mais de 3 mil km de distância de Wuhan, na China, cidade considerada como epicentro da doença.
Distância entre Langowan, na Indonésia, e Wuhan, na China, epicentro do coronavirus
Reprodução
É #FAKE que vídeo que mostra cobras, ratos e cães prontos para consumo humano foi gravado na China
G1
É #FAKE que Bill Gates ou a CIA obtiveram a patente do coronavírus em 2015
Circulam pelas redes sociais posts com discurso conspiratório que dizem que o bilionário Bill Gates, co-fundador da Microsoft, é dono da patente do coronavirus registrada em 2015 e concedida em 2018. A teoria conspiratória afirma que a organização que obteve a patente, The Pirbright Institute, é financiada pela Fundação Bill e Melinda Gates. Em uma outra versão, a mensagem diz que a patente foi criada pela CIA, a agência de inteligência americana. Ambas são #FAKE.
selo fake
Arte/G1
A patente mencionada na afirmação é de coronavírus, mas não o mesmo que em 2020 passou a se propagar em Wuhan, na China.
Após a disseminação de mensagens falsas, o Instituto Pirbright divulgou um comunicado para esclarecer que realiza pesquisas sobre o vírus da bronquite infecciosa (IBV), um coronavírus que infecta aves de capoeira e o deltacoronavírus suíno que infecta porcos. “Atualmente, a Pirbright não trabalha com coronavírus humanos.”
A nota afirma que a patente 10130701 abrange o desenvolvimento de uma forma atenuada do coronavírus que pode ser potencialmente usada como uma vacina para prevenir doenças respiratórias em aves e outros animais.
É #FAKE que Bill Gates obteve a patente do coronavírus em 2015
Reprodução
É #FATO que o governo brasileiro desaconselha viajar para a China
Uma mensagem propagada nas redes sociais diz: “O governo federal desaconselha brasileiros a viajar para a China e recomenda que isso ocorra apenas em casos de extrema necessidade para evitar a contaminação pelo coronavírus”. É #FATO.

g1
A orientação, porém, não é uma proibição. A recomendação faz parte das diretrizes publicadas no boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, atualizado na terça-feira (28). O território chinês passa a ser considerado área de transmissão ativa da doença. As pessoas provenientes da China desde aproximadamente a segunda metade de janeiro e que apresentem febre e sintomas respiratórios podem ser consideradas casos suspeitos.
É #FATO que o governo brasileiro desaconselha viajar para a China
Reprodução
É #FAKE que Brasil tem 10 mil infectados pelo coronavírus
Circula nas redes sociais um vídeo em que um homem diz que há 10 mil infectados com o coronavírus no Brasil. É #FAKE.

G1
O Ministério da Saúde investiga apenas um caso suspeito de coronavírus em Minas Gerais. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, diz que uma estudante que apresentou sintomas compatíveis com os da doença e esteve em Wuhan é investigada. Ela está em um hospital e passa bem.
É #FAKE que 10 mil estão infectados com coronavírus no Brasil
G1
Fato ou Fake
G1
Vídeo: Veja como identificar uma mensagem falsa
VEJA outras checagens feitas pela equipe do FATO ou FAKE
Adicione nosso número de Whatsapp: +55 (21) 97305-9827 (após adicionar o número, mande uma saudação para ser inscrito)
Initial plugin text
Fonte: SAUDE

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.