Apple tem recorde no 4º trimestre com vendas de iPhones e aplicativos


Empresa faturou US$ 91,8 bilhões nos últimos 3 meses de 2019 e alcançou 1,5 bilhão de dispositivos ativos no mundo. Novos iPhones 11 e 11 Pro Max impulsionaram vendas da Apple no último trimestre de 2019.
Fabio Tito/G1
A Apple teve o melhor 4º trimestre da história da empresa no final de 2019, com boas vendas de iPhones, aplicativos e fones de ouvido.
O faturamento nos últimos três meses do ano passado foi de US$ 91,8 bilhões, montante 9% maior do que no mesmo trimestre de 2018. O lucro subiu para US$ 22,2 bilhões, primeiro aumento em mais de um ano e também um recorde no período.
As vendas de iPhone, produto que responde por mais da metade do faturamento, subiram de US$ 51,9 bilhões para US$ 55,9 bilhões.
Os números apontam para um retorno da Apple, que nos últimos anos tem visto as vendas de smartphones cair, o que se refletiu nos resultados. Em 2018, a empresa não teve um trimestre com recorde de vendas pela primeira vez desde que lançou o iPhone em 2007 e diminuiu previsões pela primeira vez em 15 anos.
O negócio de “vestíveis”, que inclui smartwatches e fones de ouvido, teve alta de 37% em relação ao último trimestre de 2018, com lançamento dos AirPods Pro, que têm cancelamento de ruído ativo. A divisão de serviços — que inclui iCloud, além do serviço de vídeos Apple TV + e a venda de aplicativos —cresceu 17% no último trimestre.
“Durante o trimestre de final de ano, nossa base de dispositivos cresceu em todas as regiões geográficas e agora alcançou 1,5 bilhão de aparelhos”, disse Tim Cook, presidente da Apple.
Fonte: ECONOMIA

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.